sábado, 13 de novembro de 2010

Keep moving on.

O sentimento que o fim chegou é um sentimento estranho. Não me sinto mal, mas é difícil de falar, é como se o fim me fizesse olhar o futuro e ver que nem tudo está perdido que lá na frente ainda há uma chance ... é um sentimento que impede olhar o que já passou, o sentimento do fim traz uma visão esperançosa do futuro e não traz lembranças. Não. Não gosto de lembranças, pois existem as boas... as que machucam... e as que machucam marcam mais que as boas.

O sentimento do fim me lembra recomeço, é como se fecha um ciclo e abrisse outro. E tudo vem novamente, as mágoas, as tristezas, as alegrias, as risadas, os choros, os pulos, as mentiras, as verdades, os amigos, o esquecimento, as lembranças e de novo o fim.

Um dia esse fim vai acabar de verdade e eu já não poderei descrever esse sentimento sem fim.

Mas uma coisa é certo, as pessoas que marcaram o começo, os sentimentos que marcaram o começo, ficaram para sempre dentro de mim, pois toda esperança que o futuro traz, o passado tira. E com o fim, talvez, tudo isso seja diferente.

Um comentário:

  1. E o que conforta saber é que todo o fim tem um fim também...

    ResponderExcluir